Tempos de fúria


Se antes, como seres confusos, já tínhamos imensas dificuldades para compreender nossos próprios sentimentos, hoje em dia essa tarefa se mostra ainda mais sofrível. A tecnologia era lenta e nossos deveres eram duros, mas tínhamos algum tempo para refletirmos e nos exercitarmos. Com as cidades atuais abarrotadas de gente violenta, carros rápidos, barulhos constantes, deveres mais urgentes, nem o pouco tempo que tínhamos para pensar temos mais. O que anda errado?

Continuar lendo “Tempos de fúria”