Limbo de Tudo


(Poema publicado como complemento em nota no Facebook, intitulada A última ilusão, no dia 20 de fevereiro de 2018.)

Continuar lendo “Limbo de Tudo”

Meu Coração ouviu tua Voz


Uma das grandes fontes de frustração humana é a mania que temos todos de querer controlar o resultado de tudo o que acontece. Quando constatamos que isso se torna, dia após dia, algo inviável, nos decepcionamos e nos deixamos abater. Não importa se o que nos sucede é favorável ou não: precisamos saber que não estamos no controle de tudo.

Continuar lendo “Meu Coração ouviu tua Voz”

Despertos


A seguir, colo textos selecionados a respeito dos chamados seres humanos despertos, no que toca aos relacionamentos com esses seres especiais. Os despertos não vieram a passeio ou para ser vaquinhas de presépio. (Os devidos créditos subscrevem-se aos textos.)

Continuar lendo “Despertos”

Ao olhar para o Alto


Há quanto tempo não escrevo para ti, não é mesmo? Digam o que quiserem, meu Senhor, a teu respeito. Ainda assim, eu sempre estarei olhando para o Alto à procura da Luz inspiradora de teu Rosto, exatamente como o faço agora.

Continuar lendo “Ao olhar para o Alto”

Sal da Terra e Luz do Mundo


Numa certa pregação, Jesus teria dito aos seus discípulos e ouvintes que eles são o “sal da Terra” e a “Luz do Mundo” ¹. Devemos tentar entender essas expressões como paralelas e conjugadas. Através da via analógica (como aquela utilizada por Hermes Trismegistos²), sabemos que o Sal e a Luz são, para o Universo, semelhantes ao que são para a Terra; para o homem como o são para a mulher; para o que é pequeno como para o grande. Andiamo!

Continuar lendo “Sal da Terra e Luz do Mundo”

%d blogueiros gostam disto: